Entenda os Possíveis Formatos de Artigos Científicos

Formatos de Artigos Científicos
Artigo Científico: conheça as características de cada formato

Artigos Científicos podem ter diversos formatos. Existem algumas variáveis como o objetivo do artigo e área que podem ser decisivos para que você escolha um dos possíveis formatos.

Apresentaremos a seguir as possibilidades para você conhecer, entender e escolher qual se adequa melhor às suas necessidades.

Também traremos indicações de outros artigos – através de links durante a leitura – para aprofundamento e conhecimento, e para você aprender a desenvolver a partir de exemplos dos formatos de artigos científicos.

→ Aproveite nosso índice para direcionar melhor sua leitura de hoje.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Os Formatos de Artigos Científicos

Características dos formatos das pesquisas
Abaixo, uma listagem de formatos para você entender qual usar para cada finalidade

Sobre os diversos formatos de artigos científicos, vale destacar que eles estão em constante transformação.

Isso porque a área científica sempre se renova.

Então, sempre esteja atento(a) às atualizações para você conseguir escrever um artigo atual e que esteja de acordo com as tendências.

Formato Artigo Original de Pesquisa

Este é o formato mais comum de artigo científico e que você vai encontrar com facilidade em diversas revistas acadêmicas, sejam as nacionais ou internacionais.

Normalmente, este tipo de artigo descreve uma pesquisa original realizada pelo(s) autor(es), incluindo:

Geralmente, segue a estrutura formal dos artigos científicos e pode seguir as regras de referência de citação da ABNT, APA ou de outras instituições que a revista delimita.

Formato de Revisão Bibliográfica

Formato de Revisão Bibliográfica
Artigo de Revisão foca em temas e apresenta o que se conhece sobre o tema

Este tipo de artigo revisa e sintetiza o conhecimento existente sobre um determinado tema.

Dessa maneira, este formato pode abordar aspectos históricos, teóricos, metodológicos ou práticos relacionados ao tema em questão.

Normalmente envolve uma grande bibliografia para conseguir apontar diversas discussões que derivam de um determinado objeto de pesquisa.

No Artigo de Revisão Bibliográfica também é possível avaliar a produção de um determinado autor, mas neste caso é necessário indicar contexto histórico, social e outros fatores que possam ter sido determinantes na produção bibliográfica do autor que você estiver pesquisando.

Formato de Artigo de Revisão Sistemática

Este tipo de artigo segue uma metodologia rigorosa para revisar sistematicamente a literatura sobre um tema específico, com o objetivo de responder a um problema de pesquisa bem definido.

Separamos este artigo especial para você que quer aprofundar mais neste formato: Revisão Sistemática para Artigos: Métodos, Análises e Critérios de Seleção

Formato Estudo de caso

Este tipo de ser considerado até mesmo como um desdobramento do Artigo Original de Pesquisa.

Isso porque um artigo de estudo de caso pode sim ser um estudo original.

Neste formato, busca-se apresentar um estudo individualizado (ou de um indivíduo) sobre um determinado local, grupo, contexto social, evento etc.

No estudo de caso, normalmente são apresentados resultados de pesquisa que são importantes para o desenvolvimento de outras pesquisas feitas a partir de comparações.

Ao mesmo tempo, também é possível se concluir em artigo deste tipo, possíveis melhoras que possam ser feitas em um ambiente para que ele tenha um melhor desempenho.

Um estudo de caso também pode mostrar como um determinado ambiente, por exemplo, alcançou o sucesso e como isso pode ser utilizado como modelo para ser aplicado a outros ambientes.

Formato de Comunicações breves

Também podemos destacar as comunicações breves como um tipo de artigo científico.

Neste modelo, o(s) autor(es) busca(m) sinalizar para resultados de pesquisas novas e recentes.

Por exemplo, suponhamos que você acabou de entrar no mestrado. Ou seja, você também acabou de começar a fazer a sua pesquisa.

Logo, você ainda não coletou todos os dados, mas somente alguns.

Esses dados preliminares não são para serem desconsiderados.

Você pode até mesmo usá-los para construir um artigo breve com estes resultados para colaborar com outras pesquisas e para mostrar para o universo acadêmico o que você está pesquisando.

Esse tipo – comunicações breves – pode ser muito importante para o estabelecimento de contato com outros pesquisadores para o enriquecimento do que você estiver fazendo.

Formato Notas de pesquisa

Essas notas, normalmente, são publicadas em periódicos de biologia e química.

Elas são muito semelhantes às comunicações breves, mas podem ser ainda menores.

O que elas querem apresentar é como você está usando um determinado método para fazer uma determinada coleta e quais resultados está alcançando (ou já alcançou).

Assim, essas notas não possuem o compromisso de serem fechadas e seguirem um padrão rigoroso como nos tipos de artigos que são mais longos.

Elas são somente notas mesmo que pretendem apresentar para o universo acadêmico o que uma pesquisa acabou de concluir, ou os avanços de uma pesquisa em andamento.

Qual formato de artigo científico é o ideal?

Saiba qual formato escolher dependendo de sua finalidade
Descubra qual formato escolher a partir do que precisa informar

A resposta a essa pergunta é simples: nenhum.

Nenhum artigo científico é o ideal para todos os tipos de pesquisa.

O que você deve levar em consideração para escolher o seu formato de artigo científico, é o que a sua pesquisa pretende comunicar e informar.

Se a sua pesquisa já estiver finalizada e você pretende fazer um artigo que envolva grande parte do que você concluiu, é interessante optar pelo formato de artigo original de pesquisa.

Mas, lembre-se que é preciso pensar esse artigo de maneira global para que ele seja relevante como um todo e não somente em uma das partes.

Além disso, sempre verifique se você está seguindo corretamente todos os itens que um artigo como esse precisa ter, como introdução, descrição de metodologia, resultados e assim por diante.

Agora, se você estiver apresentando resultados preliminares de sua pesquisa, opte por outro tipo de artigo, podendo até mesmo ser uma revisão de literatura (caso uma parte de sua pesquisa aborde isso) ou uma comunicação breve.

Essa é uma maneira de você ter uma publicação a partir do que está fazendo e que poderá fazer com que você entre em contato com outras pessoas que possuem uma afinidade acadêmica com você.

No mais, tenha atenção ao seu público-alvo e como você pode deixar a sua escrita da maneira mais clara o possível.

Vou deixar alguns links de outros conteúdos de nosso site logo abaixo deste, combinado?

Se você está pretendendo escrever um artigo científico para uma revista acadêmica em especial, não deixe de verificar quais são os tipos de artigos científicos que a revista aceita e qual é a estrutura que você deve seguir.

Sempre recorde que se o seu artigo não estiver de acordo com os parâmetros delimitados pela revista, há grandes chances de seu trabalho não ser aceito para publicação.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre os tipos de artigos científicos, não deixe de escrever o seu com atenção e de fazer aquela revisão para ter um artigo forte e de impacto acadêmico.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Usamos cookies para uma melhor experiência em nosso site. Você pode aceitar nossos termos ou saber mais sobre nossa Política de Privacidade e de Cookies. We are committed to protecting your privacy and ensuring your data is handled in compliance with the General Data Protection Regulation (GDPR).