Saiba quais são os tipos de artigos científicos e suas diferenças

Quais os Tipos de Artigos Científicos?
Conheça os tipos de Artigos Científicos e suas características

Um artigo científico é, por excelência, o gênero textual mais utilizado pelos pesquisadores, acadêmicos e cientistas ao redor de todo o mundo, pois é principal forma de divulgação de suas pesquisas. Mas, você sabe que existem diferentes tipos de artigos científicos?

Isso mesmo, um artigo científico pode possuir diferentes configurações, dependendo muito do objeto e método de estudo utilizado, e também, conforme as normas previstas nas revistas e periódicos, nos quais se pretende publicar o estudo.

Nesse sentido, em nosso artigo de hoje, iremos lhe apresentar quais são os tipos de artigos científicos existentes e quais são suas diferenças, para que você possa escolher aquele que seja mais conveniente para você, ou seja, o que melhor se enquadre dentro do seu ramo de estudo.

Aproveite e boa leitura!

Deixe sua contribuição compartilhando nosso artigo!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Artigos científicos e publicações em revistas
Entenda melhor o que é um Artigo Científico

Conceituando os artigos científicos e as suas publicações

Partindo, primeiramente, do conceito desse tipo de produção acadêmico/ científica, um artigo científico nada mais é do que um manuscrito que resume o trabalho de um pesquisador sobre qualquer área do conhecimento.

O objetivo desse tipo de produção costuma ser dobrado, ou seja, em primeiro lugar esse gênero tenta transmitir à comunidade científica os resultados de seus experimentos.

E em segundo lugar, deve permitir que qualquer pesquisador interessado neste campo, seja capaz de reproduzi-los por sua própria conta, ou seja, refutar ideias, ampliar discussões, levar os pressupostos teóricos do autor para outros âmbitos, etc.

Por esta razão que é imprescindível que os autores utilizem uma linguagem concisa e clara em suas produções científicas.

Vale lembrar que o prestígio de um artigo científico é medido, fundamentalmente, pelo número de publicações em revistas nacionais e internacionais que o mesmo possui.

No entanto, existem outros critérios que estão começando a ser considerados com cada vez mais frequência, como por exemplo:

  • O fator de impacto da revista, onde foi publicado cada artigo científico;
  • A posição que ocupa seu nome entre os autores de artigos científicos;
  • O número de vezes que seu trabalho é citado por outros pesquisadores;
  • A repercussão do seu trabalho nos principais meios de comunicação, e até mesmo nas redes sociais.

Quer aprender mais sobre o que é um artigo científico, leia nosso Guia de Artigo Científico.

Características dos diferentes tipos de Artigos Científicos
Conheça os principais tipos de artigos, suas diferenças e particularidades

Principais tipos de artigos científicos

Agora que você já conhece o conceito e importância dos artigos científicos, assim como também, quais são os fatores considerados para se conseguir uma publicação em revista científica, conheça a seguir quais são os principais tipos de artigos científicos existentes no meio acadêmico e no meio científico, suas particularidades e diferenças e escolha o gênero mais adequado para desenvolver sua pesquisa:

Artigo científico original

O que é Artigo Científico Original? Este tipo de artigo é desenvolvido como resultado de um processo de pesquisa que inclusive parte de uma hipótese de trabalho e de alguns objetivos específicos, utilizados para se chegar a algumas conclusões concretas.

Além disso, são mostrados alguns resultados científicos, denominados, geralmente, de discussão e análise de dados.

Também é válido destacar que:

Um texto só pertencerá à categoria de “publicações originais” quando este trouxer algum tipo de contribuição com vistas a se ampliar consideravelmente o conhecimento, ou a compreensão de um dado problema.

Esse tipo de produção teórica é redigido, de modo que o pesquisador competente possa repetir os experimentos, observações, cálculos e reflexões teóricas do autor e julgar conclusões e a precisão do seu trabalho.

Geralmente esse tipo de produção científica possui a seguinte ordem estrutural, embora possa variar dependendo da revista científica na qual o artigo venha a ser publicado:

Estrutura do Artigo Científico Original segundo a ABNT

  1. Título;
  2. Resumo;
  3. Sumário;
  4. Introdução;
  5. Métodos;
  6. Resultados;
  7. Discussão;
  8. Agradecimentos;
  9. Referenciais bibliográficos.

Conheça outras formatações no nosso Guia de ELEMENTOS e ESTRUTURA de Artigo Científico.

Artigo Científico Original Breve

Esse tipo de artigo científico é muito similar ao artigo original, mas com a diferença de possuir menor extensão, uma vez que estamos lidando com um produto de uma pesquisa que também é mais diminuta em sua abordagem geral.

Geralmente, nos aportamos aos artigos originais breves quando queremos apresentar estudos descritivos ou retrospectivos.

Além disso, esse tipo de artigo científico entrega ao leitor uma série de fatos que o convidam a realizar pesquisas mais profundas sobre o tema tratado.

Geralmente este tipo de artigo contém uma estrutura diferente:

Estrutura do Artigo Científico Original Breve segundo a ABNT

  1. Introdução;
  2. Conteúdo – desenvolvimento;
  3. Discussão sobre o tema apresentado.

Artigo científico de apresentação de caso clínico

Esse tipo de artigo científico é usual dentro da área da saúde, e é considerado adequado para a exposição, descrição e discussão de casos pouco usuais ou infrequentes.

Nesse caso, há um enfoque em um indivíduo ou grupo de indivíduos, e costuma-se incluir nessas produções científicas, algum tipo de tratamento ou intervenção possível.

Além disso, não existe um formato específico para a sua apresentação, mas usualmente podemos encontrá-lo com a seguinte estruturação:

  1. Introdução;
  2. Reporte ao Caso;
  3. Discussão;
  4. Referenciais Bibliográficos.
Artigo Científico do tipo Revisão Bibliográfica
Artigo Científico de Revisão Bibliográfica: saibas quais as suas principais características

Artigos científicos de revisão bibliográfica

Produção textual desenvolvia de forma completa, estruturada e simples, o Artigo Científico de revisão bibliográfica aporta uma visão geral sobre um determinado tema, a partir de diferentes perspectivas teóricas.

Com isso, o autor acaba fornecendo aos seus leitores, uma síntese dos conhecimentos atuais disponíveis dentro do seu tema estudado.

Costuma-se denominar também de revisões narrativas ou literárias, uma vez que sintetizam conhecimentos, mediante uma seleção do que já foi publicado até o momento no campo teórico.

Também poderemos nos deparar com o termo revisão sistemática, o qual sintetiza os conhecimentos, fazendo isso a partir de uma identificação exaustiva do que tem sido publicado em sua área de atuação.

Artigo de meta análise

Esse é um tipo específico de artigo de revisão, que se detém especificamente dentro de um único tema.

Possui a diferença de que o pesquisador aplica métodos estatísticos para analisar em seu conjunto, os dados numéricos resultantes de todos os artigos selecionados e contemplados, para o pleno desenvolvimento do estudo.

Estudo de caso

Como o próprio nome já fiz, esse tipo de artigo científico, parte de uma pesquisa que se pauta em informações levantadas sobre apenas um caso (um doente, um processo, uma máquina, uma comunidade, etc.)

Além disso, esse tipo de artigo científico busca elaborar um perfil e uma análise, e se omite uma conclusão sobre os dados.

Este tipo de artigo é comumente encontrado na área de medicina, administração, antropologia, negócios, educação, engenharia, entre outros.

Notas técnicas

Esse tipo de artigo científico é mais considerado como um comunicado breve, que descreve o procedimento ou técnica modificado e empregado em alguma rotina de laboratório, ou campo.

Além disso, pode abordar as vantagens descobertas, ao utilizar-se de determinadas circunstâncias analisáveis.

Também podem estar relacionadas às observações de fenômenos naturais que foram detectados durante o tempo em que se realizava o estudo, e que pode dar subsídios para serem melhor explorados em trabalhos futuros.

Além disso, quando nos aportarmos para este tipo de produção textual, vale lembrar que as notas precisam ser produções de caráter concreto e com uma escrita bastante clara.

Conclusão

Agora que você já conhece quais são os principais tipos de artigos científicos existentes, escolha a estrutura que melhor se adequada à sua intencionalidade de estudo.

Lembre-se que os autores, ao enviar um artigo, precisam reconhecer e adaptar o seu trabalho às normas gerais existentes na maioria das revistas científicas, as quais geralmente estabelecem os seguintes critérios:

  • Critérios de autoria;
  • Responsabilidades éticas;
  • Conflitos de interesses;
  • Consentimento;
  • Informações coletadas para o estudo, etc.

Para saber quais são as normas previstas por sua revista científica de interesse, basta ir até a sua página oficial da mesma e procurar pelo apartado denominado de “Instruções para os autores”.

Boa sorte em seus escritos!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Usamos cookies para uma melhor experiência em nosso site. Você pode aceitar nossos termos ou saber mais sobre nossa Política de Privacidade e de Cookies.