Conheça as principais diferenças entre Projeto de Pesquisa, Monografia e Artigo Científico

Principais diferenças entre monografia e artigo científico
Conheça as diferenças entre as produções acadêmicas e seus conceitos

Você conhece as principais diferenças entre artigo científico e monografia? E a diferença entre projeto e artigo científico, você tem ideia? Apesar de serem termos bem diferentes, é comum vermos pessoas fazendo uma série de confusões entre eles.

Alguns alunos também querem saber: O que é mais fácil, artigo ou monografia?

Geralmente no meio acadêmico e científico, é comum que haja inúmeros tipos de gêneros textuais em circulação, e alguns deles são exigidos exclusivamente nesses âmbitos. É o caso dos projetos de pesquisa, monografias e artigos científicos, por exemplo.

E aí acontecem as confusões, tais como achar que uma monografia seria o mesmo que escrever um artigo científico, ou que um projeto de pesquisa é um trabalho já acabado, tal como uma monografia e por aí adiante.

Para acabar de uma vez com essas dúvidas, elaboramos o nosso artigo de hoje. Desse modo, você terá acesso às principais diferenças entre projeto de pesquisa, monografia e artigo científico. Confira e boa leitura!

 

Introdução aos conceitos

Se estivermos dentro de um curso em nossa vida acadêmica, independente da área de atuação, não há uma forma de fugir das monografias, artigos científicos e projetos de pesquisa, pois uma hora ou outra, você terá que desenvolver trabalhos como esses.

Isso porque esses tipos de atividades são partes constituintes do que podemos denominar como rituais acadêmicos.

Sem dúvida, a relevância do tema, o rigor do tratamento, a originalidade do enfoque de estudo, a importância do conhecimento produzido, são todas variáveis determinantes do valor de cada um desses trabalhos acadêmicos.

No entanto, a elaboração de tais trabalhos deve obedecer a algumas regras e sem elas dificilmente um tema relevante será abordado adequadamente, de modo que gere um produto de reconhecido valor acadêmico.

Desse modo, esse artigo lhe será útil, no sentido de que servirá de apoio pra você que está iniciando neste universo acadêmico, e não está totalmente familiarizado com esses gêneros (monografia, artigo e projeto de pesquisa) e suas especificidades.

Entendendo o significado de Projeto de Pesquisa
Entenda o conceito de Projeto de Pesquisa

Conceito de projeto de pesquisa

Para entender o conceito de projeto de pesquisa, perceba que como o próprio nome sugere, esse tipo de gênero textual refere-se a uma proposta de pesquisa, na qual o pesquisador deve apontar:

  1. o que deve pesquisar,
  2. porque vale a pena realizar sua pesquisa,
  3. quais são as principais perguntas que movem seu estudo,
  4. e a partir de qual fundamentação teórica e metodológica conduzirá o estudo em pauta.

Além disso, o desenvolvimento de um projeto de pesquisa deve ser pensado com vistas a se produzir algum conhecimento novo, ou seja, que o material traga alguma contribuição relevante para a área de atuação.

Assim podemos dizer que:

Um projeto de pesquisa é uma proposta feita pelo aluno que pode gerar, no futuro, uma monografia, dissertação, tese, ou, no mínimo, um informe de pesquisa.

No entanto, as dissertações e as teses, assim como as monografias, em geral, não são publicadas, uma vez que são muito extensas e densas para serem divulgadas em grande escala.

Sendo assim, esses materiais costumam ficar disponíveis nos acervos digitais das bibliotecas das universidades, ou são reduzidos ao formato de artigos científicos, os quais explicaremos suas características nos tópicos seguintes.

Já os informes de pesquisas são comumente destinados às agências financeiras do projeto de pesquisa, por exemplo.

Desse modo, qual é, então, o mecanismo por excelência para divulgar amplamente os resultados da pesquisa e/ou os conhecimentos produzidos? É basicamente o artigo científico, certo?

Significado de monografia
Entenda o significado de monografia

Conceito de monografia

Para entender qual a diferença ente artigo científico e monografia, precisamos entender o que significa monografia.

A monografia nada mais é do que um texto acadêmico que foca em um tema específico, e é desenvolvida, em geral, através da pesquisa bibliográfica, revisão da literatura, acompanhada de alguma análise crítica, síntese ou categorização feita pelo autor.

Em outras palavras, isso quer dizer que, a monografia não deve ser um simples texto de cópia e cola, totalmente desarticulado de outros textos teóricos, pois além de dizeres próprios do autor, também é exigido que sejam abordadas outras perspectivas teóricas acerca do tema pesquisado.

Portanto, podemos reforçar o conceito e significados de monografia dizendo que:

Uma monografia precisa apresentar um equilíbrio entre as análises do autor e aquilo que vem sendo divulgado no âmbito acadêmico e científico.

Além disso, o material bibliográfico utilizado nas monografias deve ser organizado de modo que permita ao leitor ter uma visão integradora do tema enfocado.

Também é preciso cuidar a forma como esses autores serão referenciados no corpo do texto, e isso serve para todas as produções acadêmico-científicas, incluindo os projetos de pesquisa e os artigos científicos.

Desse modo, a referência que temos no Brasil para formatação de textos acadêmicos é a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a qual nos fornece os insumos necessários para padronização das pesquisas desenvolvidas em todo o território nacional, com vistas a contribuir para o desenvolvimento tecnológico e científico do Brasil.

Destaca-se também que as monografias são comumente utilizadas como trabalhos de conclusão de curso das universidades, seja em graduações, bacharelados ou especializações, etc.

No que tange a sua extensão, pode variar, e dependerá muito do estudo realizado pelo autor. Inclusive, é comum encontrarmos trabalhos curtos com uma média de 25 páginas e monografias mais extensas, com mais de 300 páginas, por exemplo.

Nesse caso, a extensão é muito relativa e deve ser consultada junto à sua universidade, ou ser definida com o auxílio do orientador de pesquisa.

As três partes da monografia
Conheça a divisão de uma monografia

Conhecendo as partes de uma monografia

Além disso, precisamos destacar que toda monografia precisa ter um início, meio e fim. Tecnicamente dividimos a monografia em três partes e utilizamos os termos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão.

  1. Introdução de uma monografia: é a parte inicial na qual se apresentam a linha temática de estudo e os objetivos da monografia. Também são expostos os antecedentes e controversas relativas ao assunto, e é mencionada a relevância do estudo e se delimita o âmbito de trabalho.
  2. Desenvolvimento da monografia: é o núcleo do trabalho, o conteúdo da monografia. Comumente está dividido em seções e subseções. É onde o autor ou autora disserta sobre o assunto, desenvolve o tema, a partir do estudo, geralmente bibliográfico.
  3. Conclusão na monografia: é o fechamento do texto, nele realizamos uma espécie de resumo, uma síntese integradora, uma análise crítica, das diversas ideias trabalhadas ao longo do desenvolvimento.

Agora que você ficou mais familiarizado com o termo monografia, e entendeu que antes da produção de uma monografia, se faz um projeto de pesquisa (o que é a principal diferença entre projeto de pesquisa e monografia), vamos conhecer conceito de artigo científico?

Qual a diferença entre monografia e artigo científico?
Entenda o significado de Artigo Científico e a diferença de monografia

Conceito de Artigo Cientifico

Os artigos científicos também relatam sobre uma pesquisa feita e demonstram quais foram os resultados obtidos, mas de uma forma muito compacta.

Então aqui vai a primeira diferença entre artigo científico e monografia:

As monografias, dissertações e teses são, normalmente trabalhos não publicados, enquanto que o artigo é, por excelência, a publicação científica.

Em outras palavras, para entender conceito de artigo científico, saiba que um artigo científico é aquele documento no qual o pesquisador, ou a pesquisadora, expõe seus resultados à comunidade científica.

Os artigos científicos são publicados em revistas e estas possuem suas normas, mas a estrutura básica de um artigo científico é quase sempre a mesma:

  • Introdução: frequentemente incluindo a revisão da literatura e marco teórico;
  • Materiais e métodos (metodologia);
  • Apresentação e discussão dos resultados;
  • Conclusão ou Considerações Finais.

Então temos a segunda diferença entre monografia e artigo científico:

A estrutura é, em essência, a mesma de uma dissertação ou tese, mas ao contrário dos capítulos extensos, o artigo possui seções compactas relativas a cada um destes itens.

Sem o menor rigor, somente para dar uma ideia da extensão de um artigo, diríamos que ele geralmente possui de 10 a 25 páginas. Essa extensão do artigo dependerá muito da revista científica, ou periódico, no qual será publicado.

Já deu para perceber uma terceira diferença aqui, certo? Já que monografias são trabalhos muito mais extensos que os artigos científicos.

Mas, e a diferença entre projeto de pesquisa e artigo científico?

Na verdade, a diferença é que o projeto é o planejamento do artigo científico, ou como explicamos anteriormente, é no projeto de pesquisa que você apresenta como irá desenvolver seu artigo, monografia, tese ou dissertação.

Acho que agora ficou mais claro, certo? Ficou alguma dúvida? Escreva-nos.

Agora vamos tentar responder a uma pergunta que nossos leitores sempre nos fazem.

O que é mais fácil para produzir? Um artigo científico ou monografia?
Saiba o que é mais fácil para produzir? Artigo científico ou monografia?

O que é mais fácil, artigo ou monografia?

Para responder o que é mais fácil de produzir entre um artigo científico e uma monografia, podemos ser práticos quando analisamos somente o volume escrito.

Como dissemos anteriormente, um artigo tem muito menos volume que uma monografia, em termos de escrita. Porém, deve-se levar em consideração o rigor acadêmico de cada caso, do tema, da metodologia, etc.

Assim, se você tem a escolha entre as duas opções: monografia ou artigo científico, e quer saber o que é mais fácil de produzir, talvez seja o artigo científico, por ser mais compacto e objetivo.

Se você quer se aprofundar mais sobre a produção de um artigo científico, leia nosso guia especial com tudo sobre Artigo Científico.

Talvez você também goste do artigo: TCC em formato de Artigo Científico: ações e dicas importantes!

A partir do que você já sabe sobre um tema concreto, imagine uma pergunta que seja original, e que não tenha sido tratada de maneira direta por outros pesquisadores.

Por exemplo, você pode ver se um determinado fenômeno estudado por outras pessoas, já foi feito em um contexto “x”, e se ninguém se centrou nesse ponto, é uma ótima fonte a ser explorada para a escolha do tema e elaboração de um artigo científico. Pense nisso!

Conclusão, dúvidas e sugestões

Como você pode observar ao longo do nosso conteúdo de hoje, existem diferentes tipos de gêneros textuais, exigidos no âmbito acadêmico e científico.

Desse modo, precisamos prestar muita atenção na hora de produzir textos como os que foram mencionados, pois apesar de possuírem algumas características similares, são produções diferentes e com objetivos distintos.

Aproveite os conhecimentos adquiridos e elabore seu texto (projeto de pesquisa, monografia ou artigo científico) sem qualquer dúvida! Bons estudos!

Usamos cookies para uma melhor experiência em nosso site. Você pode aceitar nossos termos ou saber mais sobre nossa Política de Privacidade e de Cookies.